Canal Celta: Dies Nefastus

20.5.07

Dies Nefastus


magine o quanto cruel pode ser a lembrança de um evento ao ponto de um povo situa-lo em sua narrativa histórica pelo singelo nome de ´´ Dia Nefasto´´? Sim, porque sob a alcunha de ´´Dies Nefastus´´ era como os romanos passaram a falar a respeito do ocorrido no dia 18 de Julho de 390 a.C que figurou como sendo o momento preciso em que os celtas cruzaram em seu destino para quase levar a emergente República de Roma à extinção .

De toda maneira os lances mais dramáticos ocorrem longe de Roma, há cerca de uns trinta quilômetros ao norte de suas muralhas para ser mais exato, bem a margem esquerda de um pequeno afluente - chamado rio Allia - entre vários que nascem do leito do rio Tibre do qual o nome com certeza ninguém prestaria maior atenção salvo pelo fato que bem ali houve a primeira grande derrota militar romana trazida pelas mãos de um povo julgado com desdém aos olhos de Roma como sendo meros ´´bárbaros´´. - Eis a Batalha de Allia !


A Batalha

Os celtas então já tinham colocado à pique Etrúria e continuavam em sua marcha em direção a Roma que em sobreaviso posiciona tropas as margens do rio Allia na intenção de deter a invasão massiva em seu território.

Estima-se que cada lado no campo de combate possuia igual contigente militar , algo ao redor de 40 mil para cada ´´ exército´´, sendo que pelos celtas havia guerreiros oriundos de várias tribos celtas ( sobretudo ínsubres, bóiis, lingones e majoritariamente senonês ) lideradas pela figura não menos lendária de ´´Brennus´´ enquanto os romanos viam organizados ao redor de 08 legiões ( com cinco mil centuriões em cada uma ) sob as ordens do experiente general Quinto Servio Suplicio .

Numa manobra ardilosa conta-se que Brennus no lugar de enviar os celtas em massa diretamente em confronto aos romanos ,
entricheirados na beira do rio e bem preparados para bloquear a invasão que se avizinhava, optou por dividir as tropas para um ataque em estilo de emboscada pelos flancos.


Apesar de todo este deslocamento adicional ter ocasionado uma demora considerável da chegada dos celtas no local onde seria o front de batalha, muito provavelmente gerando um estado de tensão absurda entre os romanos lá parados em prontidão por horas a fio à espera do pior, o fato é que esta estratégia ao final se revelou um sucesso pleno !

O fato era que justamente onde se deu os primeiros ataques célticos estavam posicionados os soldados mais jovens e inexperientes ( chamados de hastati ) que sendo mortos facilmente terminaram abrindo no flancos caminho por ser realizado um ataque céltico bem concentrado no ´´coração ´´ de onde as tropas romanas estavam posicionadas que ficando dispersadas demais para realizar qualquer contra-ataque não tiveram opção do que recuar .


Ao final desta batalha havia um saldo de mais de 15 mil mortos pelo lado romano contrapondo com algo ao redor de menos de 01 mil baixas pelos celtas que além disto estavam em melhor condições para avançar no ataque em direção a Roma onde lograriam chegar em questão de horas naquele mesmo dia trazendo caos e destruição pelo caminho.

1 Comments:

Anonymous Grazzi said...

Coitadinhos dos romanos rsss

bjs
Grazzi

7:21 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home