Canal Celta: A verdade sobre São Patrício

2.12.06

A verdade sobre São Patrício


atrício , sem sombra de dúvida a figura central do processo de evangelização irlandesa , nasceu celta-bretão por volta do ano 380 d.C na condição de filho um diácono e neto de um padre que em meio de muitas atribulações em uma vida de cativeiro como escravo desde os seus 16 anos até os 22 anos de idade na Irlanda ( para onde foi levado seqüestrado supostamente por piratas ) assumiu o papel de ´´evangelizador cristão´´ após um um longo tempo de vivência em claustro e meditação no mosteiro de Ésir na Gália (atual França), já que em trinta anos teria segundo a Igreja Católica Apostólica Romana "fundado 365 igrejas, sagrado o mesmo número de bispos e ordenado 3000 presbíteros" ao ponto da Irlanda ficar conhecida como ´´ "Ilha dos Mosteiros" e assim ´´a fé em Cristo fora firmada em todos os lugares" , o que lhe rendeu anos após sua morte a canonização como ´´ São Patrício ´´ e assunção como ´´ Santo Patrono da Irlanda ´´

Sem querer dourar a pílula ou ser afrontoso com os católicos devotos do santo o fato é que o nome de Patrício é mais um exemplo entre tantos da maneira indevida e injustificada como a Igreja Católica Apostólica Romana buscou firmar sua autoridade e primazia em meio aos cristãos de orientação não papal, pois a doutrina religiosa seguida por ele em NADA tem haver com o constante no catolicismo e no lugar surge uma melhor ´´sintonia´´ entre o pregado por grupos considerados como seitas heréticas´´ pelas autoridades eclesiásticas católicas da época .

Prova de que Patrício seguia ritos e uma doutrina cristã diversa da aceita pelo catolicismo estão em fatos como de que ele realizava batismos apenas de crentes confessos e por meio de imersão ( não admitindo assim, por exemplo, o batismo infantil por aspersão como comumente é feito por sacerdotes católicos ) , declara a rejeição ao dogma romano da transubstanciação durante a Eucaristia ( onde os católicos concebem de maneira literal que o vinho e a hóstia consagrados na missa transformem respectivamente no sangue e a carne de Cristo), jamais ministrou a extrema unção a doentes e moribundos, nunca realizou a confissão e a absolvição sacerdotal ,jamais instruiu seus convertidos a prestar homenagens a Maria e assim por diante.

Aliás, as igrejas fundadas por Patrício na Irlanda fogem totalmente do que a concepção católica romana estipula em termos de hierarquia , a citar o exemplo que ´´bispo´´ não figurava como um chefe sobre várias igrejas em diferentes paróquias e sim como simplesmente o pastor de uma congregação só que situado em nível mais ´´experiente´´ ( tal como é visto em muita igreja protestante atualmente ) Diga-se de passagem que mesmo a autoridade papal foi firmada sobre o clero irlandês de maneira mais clara muito tempo depois a partir do Sínodo de Whitby ( em 664 ), pois o que se via até então era uma intensa rivalidade em várias perspectivas com o ´´cristianismo romano´´.

Deduz-se que se o cristianismo trazido pelas mão de Patrício a Irlanda não era estritamente o apregoado pela Igreja em Roma é de supor que fosse outra ´´coisa´´. Eis que para muitos esta ´´coisa´´ seria o chamado ´´cristianismo celta´´ que em reunia de maneira harmoniosa elementos da cultura céltica com os do ´´cristianismo primitivo´´. ( leia-se anterior a fundação da Igreja Católica Apostólica Romana )

Ah , sim para finalizar é bom recordar que o dia 17 de março, celebrado tão festivamente na Irlanda e por descendentes irlandeses como dia de São Patrício, muito provavelmente foi firmado pela Igreja Católica como uma tentativa de solapar tradições locais que na mesma época abriam comemoração ao Festejo de Ostara ( equinócio vernal pelo hemisfério norte ). Assim, uma data ´´celta-pagã´´ transforma-se por ´´mágica´´ num importante acontecimento para ´´celta-cristãos´´ e católicos do mundo inteiro.

3 Comments:

Blogger Tiago Puglia † said...

ola!

eu sou protestante, presbiteriano...

historicamnete minha igreja tem principio na reforma da church of scotland, que, tendo sido parte da church of england, tambem considera patricio como santo...

enfim, eu gosto mto de pesquisar sobre a historia da igreja em geral, e especialmente da minha igreja, e sao patricio tem um papel fundamental na instalação do cristianismo na escocia tb... por conta disso eu queria te saber se tem como vc me passar links onde eu possa pesquisar mais a fundo sobre essas peculiaridades da doutrina de patricio, que a primeira vista me parecem ser doutrinas de origem anabatista, um dos movimentos que se aliaram aos movimentos de lutero e calvino duirante a reforma protestante e que, especialmente na inglaterra do seculo XVII se organizaram de forma a fundar as primeiras igrejas batistas...

se eu de fato conseguir confirmar uma relação desse tipo as coisas vao começar a fazer sentido dum jeito diferente pra mim =)

agradecido

3:28 PM  
Blogger Ioldanach said...

Tiago Puglia :

Como cenário de fundo onde desenvolvia a vida de Patrício ocorria no campo doutrinário um intenso debate entre os seguidores de Agostinho e Pelágio que a rigor envolvia saber se há ou não predestinação à salvação divina.

Em muitos aspectos Patrício parecia pender em favor das teses pelagianistas ( no pormenor do batismo, por exemplo ), só que não tenho certeza absoluta ainda se é possível atribuir a ele a pecha de seguidor pleno e absoluto de Pelágio como alguns autores fazem já que costumes célticos talvez tenham também contribuido para uma formação tão singular de ritos por ele.

Veja que Patricio era um ´´homem de ação´´ e não um douto teológo, assim as questões pra ele importantes eram atinentes a eficácia do processo de evangelização mais do que qualquer outra coisa.

Indicações bibliográficas no momento não tenho em mãos, porém, já te adianto que não existe livro tratando do assunto de maneira exclusiva.(principalmente não recordo nada que seja em português)

8:11 PM  
Blogger Ioldanach said...

Tiago Puglia :

Aliás, tendo em vista o seu interesse sobre as raízes do cristianismo talvez seja muito interessante você pesquisar o que foi colocado como ´´seitas heréticas´´ em plena Idade Média, já que verificará que em muitos casos havia ali algo que digamos podia ser situado como um ´´proto-protestantismo´´. A citar como exemplo os catáros....

Fico sempre pensando se o desfecho do Sínodo de Whitby tivesse sido diferente , onde a Igreja Católica ´´fechou os olhos´´ para divergências inconciliáveis em nome do clero irlandes abrir concessões ao Poder Papal.

Dá pra pensar se a Igreja fundada por Patricio caso então proscrita e declarada herética pela Igreja Católica pudesse a fazer com séculos de antecedencia o que buscou realizar Lutero muito tempo após.

Aproveito pra convida-lo a participar da comuna no Orkut ´´ Canal Celta´´ ( link disponível aqui no blog mesmo ) para debater estes e outros assuntos.

8:24 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home